The Walking Dead: 8×01 – Mercy (AMC)

O texto que se segue CONTÉM SPOILERS

Sete temporadas e 99 episódios depois, eis o centésimo capítulo de uma saga que parece (para já) interminável. A oitava temporada começa aqui.

A duração de uma série é sempre aquele pomo de discórdia. O que é demasiado para uns, será pouco para outros. Ao fim de oito temporadas não se poderá dizer que esta série esteja na flor da idade e que não acuse algum cansaço. Se os seus melhores dias já lá vão, só o futuro o poderá dizer (embora eu ache que sim, também é verdade que muitas vezes só falta mesmo a vontade de trazer algo melhor e que não atrase tanto a narrativa). Mas se este episódio servir de amostra para o que aí vem, este será um agradável caminho. Ou se calhar seria, pois afinal de contas trata-se de “The Walking Dead”.

Os primeiros episódios de cada temporada são (quase) sempre um dos pontos fortes por aqui. Seja porque apontam a história num caminho diferente ou porque continuam algo que tinha ficado pendente da temporada anterior, estas estreias acabam sempre por nos agarrar de alguma forma. Se alguém quer tirar a prova dos nove à série (para saber se continua a ver), certamente que o primeiro episódio de cada temporada não será a melhor premissa. E este “Mercy” não fugiu da regra. Desde logo há a destacar um (talvez dois?) salto temporal e que nos mostra um Rick mais velho e com uma vida (ao que tudo indica) mais pacífica (poderá ser um sonho é verdade mas deu a ideia de ser realmente um flash-forward). Uma bela ideia sim senhor, se for bem aproveitada é claro. Partindo do princípio que se trata de um avanço na história e tendo em conta a aparente idade da filha, diria que se trata de um avanço de 4 ou 5 anos. Resta saber se este será para desenvolver ao longo desta temporada (para mim a hipótese mais apetecível), se será algo para “logo se vê” ou “para mais tarde voltar”.

O início do episódio serviu quase como um pilot para os restantes minutos. O discurso de Rick juntamente com o(s) salto(s) temporais colocaram-nos no meio desta série de novo. Se eu estava de pé atrás antes de começar a ver o episódio, tudo desapareceu após os primeiros minutos. Discurso aglomerador, guerra e avanço na narrativa? Contem comigo!

Outro dos pontos fortes foi a guerra (ou o início desta) do grupo contra Negan. Momento esperado desde há muito tempo, o toque de partida foi dado hoje. Após tantas hesitações e falta de confiança, eis que agora todos estão cientes de que é altura de tirar Negan do trono e estabelecer uma nova ordem. A ver vamos quanto tempo mais durará este jogo do “hoje ganho eu, amanhã ganhas tu”.

Este foi simplesmente o (bom) início de uma longa caminhada (temporada). O ritmo a que a mesma se desenrolará (para mim um dos pontos negativos de quase todas as temporadas anteriores) será essencial para algumas das histórias. O avanço temporal introduz uma interessante variante aqui e até poderá servir como intermezzo na ópera “Negan”. Esperemos que o acto final esteja próximo.

4 opiniões sobre “The Walking Dead: 8×01 – Mercy (AMC)”

  1. Um dos piores episódios que me lembre da série.
    Tão mau que até faz doer só de lembrar. E o que eu adoro TWD e todo o apocalipse zombie.

    Os flashfowards são uma moda para a qual já perdi a paciência mas passo por cima disso sem problemas.

    Agora, não perceber patavina do que se passou no episódio é grave e não me tenho por um calhau com olhos. Que raio de plano foi aquele? Dezenas de armas apontadas a Negan e ninguem aproveita para o matar? WTF? E depois descarregam centenas de balas (que nunca acabam) nas janelas do edificio sem atingir alguém? Para quê? Levar para lá os zombies e depois ir embora sem ver o que acontece,sem retirar algo daquilo? para quê, qual o motivo? E depois Rick tem o Negan encurralado e ao invês de todos se unirem a ele para acabarem com o problema não, é exactamente o contrário, “ai anda embora”. WTF!?!?!?

    Alguém percebeu alguma coisa de tudo aquilo?

    E a cena final? Um gajo atira uma granada, há uma fumarada, e a cena seguinte é Negan dentro da Caravana com o Padreco (e nem vou falar do fdp do clichê do padreco ter valores morais e depois ficar entalado)????

    Não percebi nada deste episódio. nada.

    Gostar

    1. O episódio até tem bons momentos, agora o argumento foi dos mais ridiculos que me recordo…
      A cena do padre é tão, mas tão estupida. A do Negan nem vou comentar…

      Gostar

  2. Fraquinho, fraquinho! E chato! Eu embora não consiga odiar o Negan por completo, quero ve-lo a chorar as pedrinhas da calçada mas por este andar, , só na 15 temporada!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.