O Bom, o Mau e o Vilão: Cidadania em diferentes formas

Breves apontamentos e reflexões sobre a actualidade televisiva.

O Bom

Um congresso político

Aqueles que por aqui passam sabem do meu gosto e preocupações com questões políticas e de cidadania. O fim-de-semana passado, apesar de politicamente light ao nível de grandes comoções jornalísticas teve um evento de peso: o Congresso do PSD. Como tal, foi um ver se te avias em termos de cobertura jornalística tendo dado para tudo, desde o Bom ao Vilão. Falo da cobertura televisiva, e não do Congresso, pois é aquele que aqui neste cantinho nos interessa.

Por estranho que pareça, a cobertura nos diferentes canais foi geralmente sóbria e incisiva. Não tivemos aquela cobertura escandoloso-futebolístico-trágica que normalmente acontece e é perceptível em diversas notícias.

Procurou-se enquadrar o congresso, a situação e as propostas; não houve exageros nos comentadores, normalmente construtivos, nem se esperou e incentivou alguma diatribe do eterno enfant terrible do partido (apesar dos cabelos brancos ondulados), nem se exagerou na diabolização feita ao maior dos críticos que afrontou o novo líder.

Nesse particular estiveram muito bem ao nível da cobertura noticiosa.

O problema foi depois do Congresso e no seu rescaldo, como poderão conferir no Vilão.

“Black-ish” continua a dar cartas

Só recentemente iniciei o visionamento da quarta temporada de “Black-ish”. Na minha opinião é a sitcom mais interessante, provocadora e imaginativa que existe na actualidade na televisão. Considero mesmo ser um dos poucos programas de ficção que é verdadeira e (quase) totalmente politizado e o único que recupera o formato pedagógico e educativo ao nível de uma cidadania activa.

Alguns dos seus episódios são magistrais exercícios de análise social e política, que deveriam ser exibidos em salas de aula e visto pelos políticos. A reflexão que fazem da sociedade em geral merece ser pensada.

O primeiro episódio desta quarta temporada é exemplar de tudo aquilo que atrás referi, ao debater o papel dos negros na sociedade americana e ao introduzir elementos da herança ainda mal resolvida por todos que a escravatura deixou. O episódio é educativo, imaginativo e provocador. E, nós portugueses, muito de passagem somos referidos.

Esta também é uma questão por nós mal resolvida.

 

O Mau

Música. Nasci para a Música.

Depois do sucesso da vitória de Salvador Sobral no Festival da Canção/Eurovisão, eis que nos preparamos – num país em autêntica comoção irmanado no desígnio nacional, eurofestivo – para a edição deste ano, na secreta e não revelada esperança/certeza de que o voltaremos a ganhar.

Não o vi, como não vejo há vários anos. Para mais é uma eliminatória. Mas soube das ondas de choque que o erro de atribuição de pontos provocou.

Aconteceu. Não devia ter acontecido. Será necessário afinar procedimentos. Independentemente de se gostar ou não, o mediatismo é muito elevado para se poderem cometer daqueles erros.

Além daquele facto negativo, de sublinhar a inicial fuga para a frente em que se disse que não se dariam quaisquer explicações. Claro que aquelas são devidas e foram dadas num acto de contrição saudável. Positivo, a garantia de que não rolariam cabeças. São os procedimentos e protocolos que têm que ser alterados, não as pessoas que os cumprem. Pelo menos numa primeira fase.

 

O Vilão

O Pós-Congresso

 Se o Congresso do PSD foi (quase) exemplar em termos de cobertura, no que respeita aquilo que aconteceu a seguir, já não podemos dizer o mesmo. Os canais televisivos foram ávidos e voarem a pique como abutres em direcção a uma das Vice-Presidentes do PSD, não contextualizando a informação e fazendo eco de elementos que estão longe de serem aqueles que verdadeiramente interessam. Confunde-se a árvore com a floresta. Já tivemos provas que a informação televisiva é capaz de muito melhor. Infelizmente, também já tivemos mais do que evidências de que são capazes de muito pior.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.