The 100: 5×05 – Shifting Sands (The CW)

O texto que se segue CONTÉM SPOILERS

Que dor no coração. Não de algum momento inesquecível na história, mas sim culpa da total falta de cuidado com a linha narrativa desta temporada: de repente, parece que deixaram um ou dois episódios na gaveta e saltaram momentos-chave que tanto poderiam dar à série.

Da situação de Raven e Murphy no espaço com os recém-acordados prisioneiros – e que neste episódio, do nada, aparecem já capturados, em pleno planeta Terra, como se a viagem para os ir buscar e todos os momentos intermédios para nada interessassem -, ao facto do gangue da Octavia parecer estar há semanas a planear a vingança quando os restantes maçaricos da Charmaine, no vale da vida, estão segundo a mesma a apenas duas horas no local a dar cabo daquilo tudo, a consistência temporal do guião desta temporada parece uma manta de retalhos. Bem ao contrário do que aconteceu no passado.

Charmaine: Don’t flatter yourself… that was torture too.

Octavia mudou radicalmente de personalidade num período de hiato entre temporadas, algo que torna essa mudança pouco credível e nada empática para os seguidores da série. Bellamy passou de centro do mundo a amiguinho de escola, Clarke tornou-se indiferente e nem vamos falar de Kane ou Abby. Dupla esta que, diga-se, já deu o que tinha a dar enquanto romance e precisa rapidamente de sair desse registo. Mas calma, por mais frustrante que tenha sido este episódio, nem tudo é mau num âmbito geral: uma nova personagem creepy as hell (Vincent), canibal que certamente vai dar que falar, Murphy e Emori vão estar sozinhos na “selva” e, como de costume, pouco ou nada é previsível nos avanços e recuos da narrativa – por mais incoerentes que possam ser.

Clarke: There’s something inside him.

Perto do fim, o início de uma nova dupla nerd (Shawven), Madi a dominar Murphy – “I thought you would be funnier” -, Clarke percebe que já não tem hipóteses com Bellamy e, mau maria, Octavia que o irmão vai terminar enrolado com uma das suas principais inimigas do passado. Os bichos parasitas? Uma boa homenagem à saga “Alien”, mas algo que surge de forma completamente aleatória. Veremos o seu peso no futuro.

Nota: Carlos Reis é um dos co-autores do “As Mamas da Clarke”, um spinoff do podcast “Nas Nalgas do Mandarim” sobre cada episódio da quinta temporada de “The 100”, publicado todas as sextas-feiras às 23:00 nas mais diversas plataformas de podcasting, bem como no YouTube.

Autor: Knoxville

Autor do blogue Cinema Notebook e co-autor do podcast Nas Nalgas do Mandarim.

3 opiniões sobre “The 100: 5×05 – Shifting Sands (The CW)”

  1. Estas pausas de 5 em 5 episódios deixam-me com vontade de ver a série apenas quando terminar… Uma coisa é acompanhar os espisódios semana sim, semana sim, outra é ter que andar a levar constantemente com hiatos…
    Pelemo menos esta pausa serviu para terminar The Terror e Punisher e começar Westworld e The Handmaids Tale 😀
    Quanto ao episódio, valeu pela homenagem a Alien 😀

    Gostar

    1. É verdade. Mas pior do que as pausas entre episódios é a temporada teimar em não arrancar para o ritmo frenético de outros tempos. Mas a esperança é a última a morrer. Um abraço!

      Gostar

  2. Há uma razão porque costumo esperar para ver The 100 – é que vendo tudo de seguida, os graves erros das linhas temporais são suavizados – quase nem damos por eles. Se estranhei a viagem rápida de Raven e Murphy para a Terra? Claro, mas honestamente… who cares! 🙂

    Já a atitude da Octavia é que me está aqui entalada… já se decidiam sobre a personagem!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.