Crónicas (T3): Ruídos sociais

Muito falatório “facebookiano”, muita teoria “twitteriana” ou muito espasmo intelectual “virtual-social” dão muitas vezes cabo da uma boa série ou transformam uma série mediana numa série muito falada.
Continuar a ler “Crónicas (T3): Ruídos sociais”

Crónicas (T3): A magia de aproximar gerações

Há dias, revelei todo o meu desdém pela versão de 2017 de “Murder On The Orient Express”. De forma a contextualizar o repúdio demonstrado, lembrei-me de republicar um texto originalmente publicado há mais de quatro anos, mas que ainda hoje reflecte o meu apreço pela série que deu vida a uma das mais icónicas personagens entre aquelas criadas por Agatha Christie.

Aqui fica.

Continuar a ler “Crónicas (T3): A magia de aproximar gerações”

Crónicas (T3): O Sexo visto pelas Mulheres

Nos últimos anos, a forma como o sexo em televisão é filmado e visto, tem vindo a alterar-se substancialmente. Diversas séries que vão sendo transmitidas têm passado essa ideia. Alguns artigos publicados nos EUA, nas últimas semanas têm vindo a debater esse assunto, de forma curiosa.

Continuar a ler “Crónicas (T3): O Sexo visto pelas Mulheres”

Crónicas (T3): Quando a chávena quebra

Nunca devendo ser ignorado, o som pode ser uma ferramenta essencial para reforçar uma ideia pré-estabelecida. Motivo recorrente nos diálogos trocados por ambos os protagonistas de “Hannibal”, a chávena cai, num belíssimo slow motion que a engrandece na importância vindoura, e produz ao quebrar o som que a regra dita. Imagem do irrecuperável. Inicialmente diegético, audível para a própria personagem, o som pode ser reavido mais tarde já sem a imagem que o acompanha.

Continuar a ler “Crónicas (T3): Quando a chávena quebra”

Crónicas (T3): Weinsteingate

A crónica desta semana é mais um espaço para discussão do que propriamente uma reflexão pessoal. Acima de tudo tenho curiosidade em saber até que ponto o que se passa no mundo “real” afecta a vossa percepção da pessoa e o impacto que as suas acções têm na forma de verem determinada série.

Continuar a ler “Crónicas (T3): Weinsteingate”

Crónicas (T3): Porquê?

Que o Netflix ia actualizar os preços já não era novidade para mim, e certamente para muita gente, quando a notícia chegou oficialmente através de correio electrónico esta madrugada. Informações chegadas dos EUA há semanas apontavam nesse sentido e não havia razão para que o aumento não se estendesse também ao nosso país.

Continuar a ler “Crónicas (T3): Porquê?”