Lost in Space (T1): Welcome to Terra Nova II

O texto que se segue NÃO CONTÉM SPOILERS

“Lost in Space” é um remake de uma série de 1965, mas as alterações à premissa original e sobretudo o desaproveitamento da mesma sentem-se quase como se fosse passada a papel químico de uma outra série bem mais recente.

Continuar a ler “Lost in Space (T1): Welcome to Terra Nova II”

Wild Wild Country (Docuseries): Quando a realidade se assemelha a ficção

O texto que se segue NÃO CONTÉM SPOILERS

Contado, ninguém acredita. Não é bem por estas palavras, mas no início da série documental produzida pelos irmãos Duplass há uma frase que remete exactamente para determinados acontecimentos em que realidade é tão surreal que parece ficção. A história que “Wild Wild Country” reconta é um deles.

Continuar a ler “Wild Wild Country (Docuseries): Quando a realidade se assemelha a ficção”

Everything Sucks! (T1): Uma viagem no tempo com alma e coração

O texto que se segue NÃO CONTÉM SPOILERS

O ano é 1996. A maioria das personagens têm 15/16 anos. Tendo nascido em 1981, há uma identificação pessoal com “Everything Sucks!” que até hoje raramente encontrei.

Continuar a ler “Everything Sucks! (T1): Uma viagem no tempo com alma e coração”

Star Trek: Discovery – (1×15) – Will You Take My Hand? (Netflix)

O texto que se segue CONTÉM SPOILERS

Originalmente previstos treze episódios, a primeira temporada de “Star Trek: Discovery” acabou por ganhar mais dois numa altura em que se filmava o sexto. Mesmo com tempo para preparar essa mudança, a verdade é que os dois últimos episódios da temporada se sentem algo apáticos, sem a energia dos restantes, e precipitados em determinados aspectos da história, especialmente o último, que apresenta uma resolução claramente apressada e, ainda por cima, bastante tímida.

Continuar a ler “Star Trek: Discovery – (1×15) – Will You Take My Hand? (Netflix)”

Star Trek: Discovery – (1×14) – The War Without, The War Within (Netflix)

O texto que se segue CONTÉM SPOILERS

“The War Without, The War Within” é um jogo político que procura dar contextualização ideológica, enquanto serve também como justificação para a continuação da “Mirror Georgiou” na trama. Sofre, porém, de falta de profundidade.

Continuar a ler “Star Trek: Discovery – (1×14) – The War Without, The War Within (Netflix)”

Notícias da Manhã: Ryan Murphy na Netflix; “Grace and Frankie” renovada; “Disjointed” cancelada;

São notícias fresquinhas, umas mais que outras, que facilmente se encontram por essa Internet fora, em sites da especialidade, jornais e revistas online, blogues dedicados ou simples sítios de paragem obrigatória. Uma recolha para ler a seguir ao salto. Jump!

Continuar a ler “Notícias da Manhã: Ryan Murphy na Netflix; “Grace and Frankie” renovada; “Disjointed” cancelada;”

Narcos (T3): Os quatro cavalheiros de Cali

O texto que se segue NÃO CONTÉM SPOILERS

Pode uma série sobreviver sem o seu protagonista? Pegar nos pedaços que restaram depois de um desfecho definitivo, dar-lhes uma reviravolta, colocá-los em novas posições e continuar a apresentar um bom produto? É raro, é verdade. Mas a terceira temporada de “Narcos” é prova de que é possível fazê-lo da melhor maneira.

Continuar a ler “Narcos (T3): Os quatro cavalheiros de Cali”